quarta-feira, 30 de junho de 2010

Uma riqueza só...


beijar esta...rica boquinha(??). Será um evento que jamais esquecerás. Afinal, tem diamante que não acaba mais(kkk). Então, corra e pegue sua senha. Esta jóia rara te aguarda ansiosa! E boa sorte (você bem que vai precisar. Fuuuui...)

Assuntos a evitar

Vai por mim, eles sempre causam desentendimentos.

  1. Religião
  2. Origens do Homem
  3. Política
  4. O Holocausto
  5. Controle de armas
  6. Aborto
  7. Relações Raciais
  8. Jesus Cristo
  9. Homossexualidade
  10. O Médio Oriente


terça-feira, 29 de junho de 2010

Frases que sempre ouvi

Uma delas, esta na minha cabeça tooodo santo dia:
- Não pega peso menina, que faz mal as costas! - dizia minha amada tia-avó, que já está no andar superior...e caso este não exista...em algum bom lugar.
Óbvio, que já deu para perceber que o meu caso é que sofro constantemente, diariamente, impreterivelmente de dor na "bendita" das minhas costas. Coisa básica, para quem sempre teve um desvio de coluna chamado de escoliose. Somente esta 'coisinha' por si só, já era bem incômoda. Agora, imagina ganhar uma hérnia de disco lavando muito faceira, os belos azulejos do meu banheiro?! Geeeente...após as dores de parto, foi a maior dor que tive o desprazer de encarar. Houve quem dissesse que,  maior é a dor de crise renal... "Ô minha filha, voce não acha o momento indevido para ficar discutindo qual a maior dor? Eu lá quero saber qual seja!! A maior é a que tá doente aqui e agora óóó...nas mi-nhas cosssstas!"
 Que dor desgraçada! Parece que enfiam uma agulha -de tricô- na gente. O grito pula fora sem aviso. Oras, muito antes que alguma lágrima pense em comparecer! Não dá para sentar, deitar ou andar, em algum momento a agulhada -de tricô!!- dói demais. O que houver nas mãos caem, tamanha a violência da dor. Chegou um ponto que perdi até uns quilinhos na base deste sofrimento e a morte me parecia mais gentil, cogitei na época.
Solução??? Cair no bisturi. Todos os tratamentos, medicações e fisioterapia para nada serviam. Sério! Nenhuma melhora e uma úlcera prestes a acenar "oiê, che-guei!".
(continua)

Casamento zumbi. Como?!


                                                Quando eu penso que já vi muita coisa em
                                        termos de 'mau-gôsto'...dou de cara com mais este.
 Jeeeeesus Cristinho!! Que hor-rorrrr!
Sei. Vai me dizer que é um casamento temático?! Então, tá.
Credo, que meus filhos inventassem uma destas!

Uma pequena prévia. Ah, tem mais coisa trash, sim!!!

Aqui=>English Russia » Zombie Wedding - Accord of Black Hearts

sábado, 26 de junho de 2010

Perdas


Primeiro, não queremos perder

É lógico não querer perder.
Não deveríamos ter de perder nada:
Nem saúde, nem afetos, nem pessoas amadas.
Mas a realidade é outra:
Experimentamos uma constante alternância de ganhos e perdas.
Segundo:
Perder dói mesmo.
Não há como não sofrer.
É tolice dizer não sofra, não chore.
A dor é importante.
O luto também.
Terceiro:
Precisamos de recursos internos para enfrentar a tragédia e a dor.
A força decisiva terá que vir de nós, de onde foi depositada a nossa bagagem.
Lidar com a perda vai depender do que encontrarmos ali.
A tragédia faz emergir forças inimagináveis em algumas pessoas.
Por mais devorador que seja, o mesmo sofrimento que derruba faz voltar a crescer.
Quando é hora de sofrer não temos de pedir licença para sentir, e esgotar, a dor.
O luto é necessário, ou a dor ficará soterrada, seu fogo queimando nossas últimas reservas de vitalidade e fechando todas as saídas.
Aprendi que a melhor homenagem que posso fazer a quem se foi é viver como ele gostaria que eu vivesse: bem, integralmente, saudavelmente, com alegrias possíveis e projetos até impossíveis.

Lya Luft



Moça Branca

Quando voce for embora,
moca branca como a neve,
me leve, me leve ...

Se acaso voce não possa,
me carregar pela mão
menina branca de neve,
me leve no coração

Se no coração nao possa,
por acaso, me levar
moça de sonho e de neve,
me leve no seu lembrar.

E se ai tambem não possa,
por tanta coisa que leve ja viva em seu pensamento,
moça de sonho e de neve.

Me leve no esquecimento
Me leve ... me leve ...
(Ferreira Gullar)

quarta-feira, 23 de junho de 2010

terça-feira, 22 de junho de 2010

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Perdi-me! Não sei o que fazer!





Minha mãe está na UTI há 4 dias. Sinto-me dormente. Apenas sei quê, se o pior ocorrer... não mais a verei. Não suportaria vê-la sem vida. Ela sempre foi uma pessoa difícil, temperamental, geniosa...Mas, eu a amo e não quero perdê-la.



quarta-feira, 9 de junho de 2010

Coração de família


Vida em família é a vida com referência
Nosso endereço de chegada,
assim como o de saída
sendo assim por toda nossa vida
 
Tudo passa, todos passam
mas família sempre fica
Ela é o veio de nossa substancia
Ela é quem realmente tem importância

Desde a mais nossa tenra idade
Da nossa infância à adolescência
De quando se amadurece atéquando se envelhece
De quando se casa e nova família nasce…cresce.


Nossa descendência, nossa historia
Nossa ascendência, nossos filhos
nova história, novas vidas, nova família
Se você ainda tiver uma, preserve ela


Se você um dia a perdeu, vá atrás dela
sem ela apenas um individuo você é
com ela você tem muito mais que somente um nome
você, tem carinho, respeito e o amor de um grande coração


Um grande coração
de muitos corações
o maior dos corações
Um coração de família….

(http://amizadepoesia.wordpress.com/2007/03/04/coracao-de-familia/)

terça-feira, 8 de junho de 2010

Época – Fala, Mundo » Correspondente mais antiga da Casa Branca se aposenta » Arquivo

Leia aqui =>Época – Fala, Mundo » Correspondente mais antiga da Casa Branca se aposenta » Arquivo
Ninguém no mundo ocidental pode dizer nada 'desfavorável' a Israel?? Dá licença!! Eles estão acima de quem?? Já sei. É o 'povo de Deus(hã?!!!)'! Imagina se ÑÑÑ fosse, héin?!

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Termo 'colapso nervoso' é antigo, mas até hoje causa confusão - Yahoo! Notícias

Termo 'colapso nervoso' é antigo, mas até hoje causa confusão - Yahoo! Notícias
Mais que a confusão classificatória é o leque de problemas que passam as vitímas e seus familiares, pela ausência de diagnósticos mais precisos e tratamentos condizentes.

domingo, 6 de junho de 2010

O QUE ESCREVER NO TÚMULO


Algumas sugestões para que, desde já, escolham o que gravar em suas lápides tumulares, evitando o dissabor de saber que seus familiares, acometidos de dúvidas atrozes para redigi-la, acabem registrando algo que não seja digno de sua significativa e ímpar figura!!

SE VOCÊ É... ENTÃO ESCREVA...

*ESPÍRITA
Volto já.

*AGRÔNOMO
Favor regar com Neguvon. Evita vermes.

*ALCOÓLATRA
Enfim sóbrio.

*ASSISTENTE SOCIAL
Alguém aí, me ajude!!

*HUMORISTA
Isto não tem graça nenhuma.

*GAY
Virei purpurina.

*BROTHER
Fui.

*CARTUNISTA
Partiu sem deixar traços.

*HERÓI
Corri para o lado errado.

*DELEGADO
Tá olhando o quê?

*FUNCIONÁRIO PÚBLICO
É no túmulo ao lado.

*GARANHÃO
Rígido como sempre!!

*VICIADO
Enfim pó.

*ARQUEÓLOGO
Enfim, fóssil.

*SEX SIMBOL
Agora só a terra vai me comer.

*SANITARISTA
Sujou!!!

*PSICANALISTA
Eternidade não passa de um complexo de superioridade resolvido.

*PESSISMISTA
Aposto que tá fazendo o maior frio no inferno.

*NINFOMANÍACA
Uau, esses vermes vão me comer todinha!!

*JUDEU
O que vocês estão fazendo aqui? Quem está tomando conta do lojinha?

*HIPOCONDRÍACO
Eu não disse que estava doente?!

*ECOLOGISTA
Entrei em extinção.

sábado, 5 de junho de 2010

Eu ainda acredito



Num sorriso sincero
Num olhar de paz
Num cumprimento amigo.
Eu ainda acredito
Na boa vontade
E na amizade verdadeira.
Eu ainda acredito
Na inter ajuda
No repartir sincero
Na sinceridade.
Eu ainda acredito
Que cada homem
Só por ser diferente
Já é especial.
Eu ainda acredito
No fim das disputas
No fim das mortes e das guerras
Num futuro risonho.
Eu ainda acredito
Que no nosso lar
Podemos e devemos fazer
Um mundo bem melhor.
Eu ainda acredito
No fim da soberba
No fim do ciúme
Na alegria pelo nosso próximo.
Eu ainda acredito
No fim da má índole
No fim do rancor
Na vontade de se ser melhor.
Eu ainda acredito
Que este planeta
Será o futuro
Para as nossas crianças.
Porque eu ainda acredito
Que há muitas pessoas
Que acreditam também
Naquilo que eu ainda acredito!

Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=19944#ixzz0oVGhtYmC
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Opiniões dispensáveis