quarta-feira, 31 de março de 2010

Maior produtor de ópio do mundo, Afeganistão também lidera produção de haxixe, diz ONU - O Globo

Aqui=> Maior produtor de ópio do mundo, Afeganistão também lidera produção de haxixe, diz ONU - O Globo

Que interessante!!! Não bastasse serem terroristas, ainda são produtores e traficantes de drogas??? Caso não, lucram cobrando taxas dos que são!?
Arghhhhhhhhhhhh...

Esse cara é demais!!!

E suas crônicas são excelentes!!
Estou falando do Arnaldo Jabor. Carioca nascido em 1940, o cineasta e jornalista ele já foi técnico de som, crítico de teatro, roteirista e diretor de curtas e longas metragens. Na década de 90, por força das circunstâncias ditadas pelo governo Fernando Collor de Mello(batendo na madeira, rápido!!), que sucateou a produção cinematográfica nacional, Jabor foi obrigado a procurar novos rumos e encontrou no jornalismo o seu ganha-pão. Estreou como colunista de O Globo no final de 1995 e mais tarde levou para a TV Globo, no Jornal Nacional e no Bom Dia Brasil. O estilo irônico com que comenta os fatos da atualidade brasileira se tornou sua marca registrada.

Barriga é barriga
Barriga é barriga, peito é peito e tudo mais.
Confesso que tive agradável surpresa ao ver Chico Anísio no programa do Jô, dizendo que o exercício físico é o primeiro passo para a morte.
Depois de chamar a atenção para o fato de que raramente se conhece um atleta que tenha chegado aos 80 anos e citar personalidades longevas que nunca fizeram ginástica ou exercício - entre elas o jurista e jornalista Barbosa Lima Sobrinho - mas chegou à idade centenária, o humorista arrematou com um exemplo da fauna, a tartaruga com toda aquela lerdeza, vive 300 anos. Você conhece algum coelho que tenha vivido15 anos?

Gostaria de contribuir com outro exemplo, o de Dorival Caymmi. O letrista, compositor e intérprete baiano é conhecido como pai da preguiça. Passa 4/5 do dia deitado numa rede, bebendo, fumando e mastigando. Autêntico marcha-lenta, leva 10 segundos para percorrer um espaço de três metros.
Pois mesmo assim e sem jamais ter feito exercício físico, completou 90 anos e nada indica que vá morrer tão cedo.

Conclusão: Esteira, caminhada, aeróbica, musculação, academia? Sai dessa enquanto você ainda tem saúde... !!!!! E viva o sedentarismo ocioso!!!

Não fique chateado se você passar a vida inteira gordo.Você terá toda eternidade para ser só osso!!! Então: NÃO FAÇA MAIS DIETA!! Afinal, a baleia bebe só água, só come peixe, faz natação o dia inteiro, e é GORDA!!! VIVA A BATATA FRITA E O CHOPP!!!

Você tem pneus??? Lógico, todo avião tem!!!

Arnaldo Jabour

***É bem capaz, que o Ministério da Saúde tenha espichado o 'couro' dele.
Mas, e daí?? kkk

terça-feira, 30 de março de 2010

Definições


SAUDADE é quando, o momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo e não consegue;
LEMBRANÇA é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento reapresenta um capítulo;
ANGÚSTIA é um nó muito apertado bem no meio do sossego;
PREOCUPAÇÃO é uma cola que não deixa o que ainda não aconteceu sair de seu pensamento;
INDECISÃO é quando você sabe muito bem o que quer mas acha que devia querer outra coisa;
CERTEZA é quando a idéia cansa de procurar e pára;
INTUIÇÃO é quando seu coração dá um pulinho no futuro e volta rápido;
PRESSENTIMENTO é quando passa em você o trailer de um filme que pode ser que nem exista;
VERGONHA é um pano preto que você quer pra se cobrir naquela hora;
ANSIEDADE é quando sempre faltam muitos minutos para o que quer que seja;
INTERESSE é um ponto de exclamação ou de interrogação no final do sentimento;
SENTIMENTO é a linguagem que o coração usa quando precisa mandar algum recado;
RAIVA é quando o cachorro que mora em você mostra os dentes;
TRISTEZA é uma mão gigante que aperta seu coração;
FELICIDADE é um agora que não tem pressa nenhuma;
AMIZADE é quando você não faz questão de você e se empresta pros outros;
CULPA é quando você cisma que podia ter feito diferente, mas, geralmente, não podia;
LUCIDEZ é um acesso de loucura ao contrário;
RAZÃO é quando o cuidado aproveita que a emoção está dormindo e assume o mandato;
VONTADE é um desejo que cisma que você é a casa dele;
PAIXÃO é quando apesar da palavra 'perigo' o desejo chega e entra;
AMOR é quando a paixão não tem outro compromisso marcado.
           

domingo, 28 de março de 2010

Anti-mofo, urgente!!!

Este post é dedicado a mammy. Porque??? Oras, por que ela merece!! E também por que É minha mãe...kkk
Tenho certeza que mammy vai amar -e talvez até, desmaiar. Sério!-, no dia em que ganhar um DVD de algumas destas séries.
  • Bonanza
  • Daniel Boone
  • Star Trek
  • Terra de Gigantes
  • Perdidos no Espaço
  • James West
  • Hawaii 5.0
  • Chaparral
  • O Homem de Seis Milhõs de Dólares
  • Viagem ao Fundo Mar
Problema será ela aprender a 'fuçar" no aparelho de DVD.  kkkk  kkk
                                      

sábado, 27 de março de 2010

Vou morrer na vontade

De dar este carro a um amigo. Quem o conhece, entende bem por quê.
kkkk kkkk

Vai que tuuuua, irmão!!!

Carinhosamente ao meu amigo ..., que nunca abre mão do encontro semanal com os amigos.
kkkk kkkk

Copiando da amiga

Acompanho diariamente o blog "Diario de uma Perfeccionista". Pertence a Nadir, uma garota corajosa e autêntica. Estas 'máximas' eu vejo todo dia por lá...  kkkk...  acho um barato e resolvi copiar da amiga.


"Marido é aquela pessoa amiga e companheira, que está sempre ali, a seu lado, para ajudá-la a resolver os grandes problemas que você não teria, se fosse solteira."

"A modéstia não é outra coisa que o orgulho mascarado."

"Marido é igual a menstruação: Quando chega, incomoda; Quando atrasa, preocupa."

"O casamento é um workshop: enquanto um work, a outra shop."


**bjão Nadir, você é show!!**

Torres de telefonia móvel chiquérrimas!!

Aqui => Faux-ny Towers: inteligentemente ocultado Celular Sites Design + ideias sobre WU

Matéria excelente sobre a maneira super-criativa, que as operadoras de telefonia, encontraram para disfarçar a presença das torres de transmissão.

quarta-feira, 24 de março de 2010

Ok, assumo!!!

Ainda tenho uns resquícios de romantismo.
Então, dá licencinha que vou curti-lo agora, tá???
fuiiiii...

Desde cedo fui curiosa

Sendo chique...sedeeeenta por saber!(O que é considerado bisbilhotice em certos casos!) Queria saber de coisas diferentes para os critérios da minha idade. Adorava ler, perguntar, olhar, conversar...neste ponto eu devia ser uma 'pentelha'!! kkk
Mammy não era muito de "dar resposta para criança", que diria algo mais paciente diante de uma criança ansiosa por respostas?! Respondia o básico, então. O que para mim equivalia a zero na escala de satisfação. Já meu papi explicava tudo. Se eu perguntasse qualquer coisa, menos sobre namoro,sexo e meninos (...kkkk... aí a onça saía da toca!!), tinha resposta bem satisfatória. Isto é, até que eu achasse algum 'se' para as ditas explicações. Quando o pobre do papi, já não aguentava mais mandava-me brincar, ficar no quarto, enfim... calar a boca!
Oras, e euzinha lá tinha culpa?!Quem manda eu ser filha dele.    kkkkk kkkk

TE AMO PAPI, QUERIDO !!!!

QUE SITUAÇÃO!!

domingo, 21 de março de 2010

Ah, sou chata!?

KKK  KKK
Me conte uma novidade, please. Esta é velha demais, meu!

sábado, 20 de março de 2010

Cara diz que te ama, então tá.



Cara diz que te ama, então tá.
Ele te ama. Sua mulher diz que te ama, então assunto encerrado.
Você sabe que é amado porque lhe disseram isso, as três palavrinhas mágicas.
Mas saber-se amado é uma coisa, sentir-se amado é outra, uma diferença de milhas, um espaço enorme para a angústia instalar-se. A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e verbalização, apesar de não sonharmos com outra coisa: se o cara beija, transa e diz que me ama, tenha a santa paciência, vou querer que ele faça pacto de sangue também?
Pactos. Acho que é isso. Não de sangue nem de nada que se possa ver e tocar. É um pacto silencioso que tem a força de manter as coisas enraizadas, um pacto de eternidade, mesmo que o destino um dia venha a dividir o caminho dos dois.

Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, que zela
pela sua felicidade, que se preocupa quando as coisas não estão dando certo, que sugere caminhos para melhorar, que coloca-se a postos para ouvir suas dúvidas e que dá uma sacudida em você, caso você esteja delirando. “Não seja tão severa consigo mesma, relaxe um pouco. Vou te trazer um cálice de vinho”.

Sentir-se amado é ver que ela lembra de coisas que você contou dois anos atrás, é vê-la tentar reconciliar você com seu pai, é ver como ela fica triste quando você está triste e como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d´água. “Lembra que quando eu passei por isso você disse
que eu estava dramatizando? Então, chegou sua vez de simplificar as coisas. Vem aqui, tira este sapato.”

Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão.
Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente bem-vindo, que se sente inteiro.
Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que não existe assunto proibido, que tudo pode ser dito e compreendido.
Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito tempo.
Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta.
           Agora sente-se e escute: eu te amo não diz tudo.          (Martha Medeiros)


"Martha Medeiros (Porto Alegre, 20 de agosto de 1961) é uma jornalista e escritora brasileira.
Trabalhou em propaganda e publicidade, mas logo se sentiu frustrada com a carreira. Quando seu marido recebeu uma proposta de trabalho no Chile, decidiu que uma mudança de país seria uma ótima oportunidade para dar um tempo na profissão. Esta estada de nove meses no Chile, na qual passou escrevendo poesia, acabou sendo um divisor de águas na sua vida. Quando voltou para Porto Alegre, começou a escrever crônicas para jornal e, a partir daí, sua carreira literária deslanchou."

TEM GÔSTO PRA TUDO -

ARGHH...

sexta-feira, 19 de março de 2010

Se arrependimento matasse...


eu estaria era bem.
Pior é viver roendo, moendo 
e remoendo um ou
vários arrependimentos.
Alguns já tornaram-se até fósseis e
ainda teimo em desencavá-los.

quinta-feira, 18 de março de 2010

Relatórios atualizados

Enduring Freedom Casualties - Relatórios Especiais


Navegando pela rede encontrei a lista atualizada dos nomes dos soldados, fuzileiros navais, marinheiros e aviadores. Cujas mortes foram relatadas por parte dos Governos de suas nações.

Todas vidas ceifadas em mais esta insanidade. Como o são todas os conflitos e guerras, não importando as causas. A consequência de todas sempre haverão de ser destruição, dor e morte.
Neste link estão fotos, idades, unidades militares, cidade natal e circunstâncias do falecimento.

Afeganistão

Houve 1,672  Mortes -
1,015 americanos, 11 australianos, uma belga, 275 britânicos, 140 canadenses, três Checa, 29 dinamarqueses, 21 holandeses, estonianos Sete, um finlandês, 40 franceses, 31 alemães, dois Húngaros, 22 italianos, três Letão, Lituano um, cinco noruegueses, 16 Poloneses, dois Português, 12 Romenos, um sul-korean, 28 espanhóis, suecos quatro e dois turcos - na guerra contra o terror a partir de 18 de março de 2010, segundo uma contagem da CNN.

A lista também inclui dois E.U. Funcionários do Departamento de Defesa Civil. Os soldados morreram em serviço da invasão liderada Operação Liberdade Duradoura ou da NATO International Security Assistance Force, no Afeganistão. Pelo menos 5,264 pessoas E.U. foram feridos na ação, segundo o Pentágono.

Além das mortes de militares, um jordaniano e 11 agentes de inteligência da UE morreram no Afeganistão.

terça-feira, 16 de março de 2010

Quando eu morrer...

 o fio de prata de um colar de pérolas vai se arrebentar, e todas as pérolas acetinadas e lisinhas, vão rolar pela terra e correr de volta para a casa delas, suas mães, para ostras lá no fundo do mar. Quem vai mergulhar e apanhar minhas pérolas depois que eu tiver ido embora? Quem vai saber que elas eram minhas? quem vai adivinhar que antigamente, há muito tempo, o mundo inteiro pendia em torno do meu pescoço? "

(Jostein Garder - Livro: Através do Espelho - pag: 84)

segunda-feira, 15 de março de 2010

NÃO SOU NADA (Álvaro de Campos)


Não sou nada.


Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.

...

Estou hoje vencido, como se soubesse a verdade.
Estou hoje lúcido, como se estivesse para morrer,
E não tivesse mais irmandade com as coisas
Senão uma despedida, ...
Estou hoje perplexo, como quem pensou e achou e esqueceu.
Estou hoje dividido entre a lealdade que devo
...
E à sensação de que tudo é sonho, como coisa real por dentro.

Falhei em tudo.
Como não fiz propósito nenhum, talvez tudo fosse nada.
A aprendizagem que me deram,
Desci dela pela janela das traseiras da casa.
Fui até ao campo com grandes propósitos.
Mas lá encontrei só ervas e árvores,
E quando havia gente era igual à outra.
Saio da janela, sento-me numa cadeira. Em que hei-de pensar?

Que sei eu do que serei, eu que não sei o que sou?
Ser o que penso? Mas penso tanta coisa!
E há tantos que pensam ser a mesma coisa que não pode haver tantos!
Génio? Neste momento
Cem mil cérebros se concebem em sonho genios como eu,
E a história não marcará, quem sabe?, nem um,
Nem haverá senão estrume de tantas conquistas futuras.


Não, não creio em mim.
Em todos os manicómios há doidos malucos com tantas certezas!
Eu, que não tenho nenhuma certeza, sou mais certo ou menos certo?
Não, nem em mim…

Em quantas mansardas e não-mansardas do mundo
Não estão nesta hora génios-para-si-mesmos sonhando?
Quantas aspirações altas e nobres e lúcidas -
Sim, verdadeiramente altas e nobres e lúcidas -,
E quem sabe se realizáveis,
Nunca verão a luz do sol real nem acharão ouvidos de gente?
O mundo é para quem nasce para o conquistar
E não para quem sonha que pode conquistá-lo, ainda que tenha razão.
Tenho sonhado mais que o que Napoleão fez.
Tenho apertado ao peito hipotético mais humanidades do que Cristo,
Tenho feito filosofias em segredo que nenhum Kant escreveu.
Mas sou, e talvez serei sempre, o da mansarda,
Ainda que não more nela;
Serei sempre o que não nasceu para isso;
Serei sempre só o que tinha qualidades;
Serei sempre o que esperou que lhe abrissem a porta ao pé de uma parede sem porta
E cantou a cantiga do Infinito numa capoeira,
E ouviu a voz de Deus num poço tapado.

Crer em mim? Não, nem em nada.
Derrame-me a Natureza sobre a cabeça ardente
O seu sol, a sua chuva, o vento que me acha o cabelo,
E o resto que venha se vier, ou tiver que vir, ou não venha.
Escravos cardíacos das estrelas,
Conquistámos todo o mundo antes de nos levantar da cama;
Mas acordámos e ele é opaco,
Levantamo-nos e ele é alheio,
Saímos de casa e ele é a terra inteira,
Mais o sistema solar e a Via Láctea e o Indefinido.

...

Mas ao menos fica da amargura do que nunca serei
A caligrafia rápida destes versos,
Pórtico partido para o Impossível.
Mas ao menos consagro a mim mesmo um desprezo sem lágrimas,
Nobre ao menos no gesto largo com que atiro
A roupa suja que sou, em rol, para o decurso das coisas,
E fico em casa sem camisa.

...

Vivi, estudei, amei e até cri,
...

Fiz de mim o que não soube
E o que podia fazer de mim não o fiz.
O dominó que vesti era errado.
Conheceram-me logo por quem não era e não desmenti, e perdi-me.

Quando quis tirar a máscara,
Estava pegada à cara.
Quando a tirei e me vi ao espelho,
Já tinha envelhecido.
Estava bêbado, já não sabia vestir o dominó que não tinha tirado.
Deitei fora a máscara e dormi no vestiário
Como um cão tolerado pela gerência

...
Por ser inofensivo
E vou escrever esta história para provar que sou sublime.
...

...

Sempre uma coisa defronte da outra,
Sempre uma coisa tão inútil como a outra,
Sempre o impossível tão estúpido como o real,
Sempre o mistério do fundo tão certo como o sono de mistério da superfície,
Sempre isto ou sempre outra coisa ou nem uma coisa nem outra.
...
(Álvaro de Campos)

sábado, 13 de março de 2010

COISAS DE MULHER

Ela passou o primeiro dia empacotando seus pertences em caixas, engradados e malas.
No segundo dia, chamou os homens da transportadora para levarem a mudança.
No terceiro dia, se sentou pela última vez na bela sala de jantar, e à luz de velas pôs música suave e se deliciou com alguns camarões, um pote de caviar e um garrafa de Chardonnay.
Quando terminou, foi a cada aposento e colocou pedaços de casca de camarão, besuntados em caviar, nas cavidades dos varões das cortinas.
Depois limpou a cozinha e se foi.

Quando o marido chegou com a nova namorada, tudo estava limpo e arrumado.

Depois, pouco a pouco, a casa começou a feder.
Eles tentaram de tudo: limpando, lavando e arejando a casa.
Todas as aberturas de ventilação foram verificadas à procura de algum animal morto e limparam os tapetes a vapor.
Desodorantes de ar e ambiente foram pendurados em todos os lugares.
A empresa de combate a insetos foi chamada para colocar gás em todos os encanamentos.
Repetiram a operação durante alguns dias e o marido e a namorada tiverem de sair da casa, e ainda tiveram de pagar para substituir o caríssimo carpete de lã.

Nada funcionou.

Os amigos pararam de visitá-los.
Os funcionários das empresas de consertos se recusavam a trabalhar na casa..
A empregada se demitiu..
Finalmente, eles não suportavam e decidiram se mudar.
Um mês depois, apesar de terem reduzido o valor da casa em 50%, eles não conseguiram um comprador para a casa fedorenta.
A notícia se espalhava e os corretores de imóveis não retornavam as ligações.
Finalmente, eles tiveram de fazer um empréstimo do banco para comprar uma casa nova.

A ex-esposa ligou para o marido e perguntou como andavam as coisas.
Ele relatou o martírio da casa podre.
Ela escutou pacientemente e disse que sentia muitas saudades da casa e que estaria disposta a reduzir a parte que lhe caberia na separação dos bens em troca pela casa.

Sabendo que a ex-mulher não tinha idéia de como estava o fedor, ele concordou com um preço que era 1/10 do que valeria a casa. Mas só, se ela assinasse os papéis naquele dia mesmo.
Ela concordou e, em menos de uma hora, os advogados se encontram para a assinatura da documentação.

Uma semana depois, o homem e sua namorada assistiam, com um sorriso malicioso, os homens da mudança empacotando tudo para levar para a sua nova casa...

... incluindo...

... os varões das cortinas...

sexta-feira, 12 de março de 2010

Algumas mudanças - VI

Antes era: bloco de apartamento

Agora é: condomínio



Antes era: bar No fim do expediente 
Agora é: happy hour

Antes era: costureira 
Agora é: estilista

Antes era: negro 
Agora é: afro-descendente

Antes era: professora 
Agora é: tia, prof

Antes era: aquele senhor
Agora é: aquele tiozinho


Antes era: Bela bunda! 
Agora é: que popozão!

Antes era: Amorrrrrrr! 
Agora é: Nenhhêêêêê!

Antes era: desculpe, mas não posso!!
Agora é: nem fudendo!

Antes era: olha o barulho! 
Agora é: ÔÔ óía auê aí, ó!

Antes era: Está acontecendo um problema
Agora é: Tá rolando um pro, meu!

quinta-feira, 11 de março de 2010

O MOTEL (por Luís Fernando Veríssimo)

Isto é o que podemos chamar de "separação e agressão por convenção". kk kkkk


Mirtes não se agüentou e contou para a Lurdes:
- Viram teu marido entrando num motel.
Lurdes abriu a boca e arregalou os olhos..
Ficou assim, uma estátua de espanto, durante um minuto, um minuto e meio.
Depois pediu detalhes.
- Quando? Onde? Com quem?
- Ontem. No Discretíssimu's.
- Com quem? Com quem?
- Isso eu não sei.
- Mas como? Era alta? Magra? Loira? Puxava de uma perna?
- Não sei, Lu.
- Carlos Alberto me paga. Ah, me paga.

Quando o Carlos Alberto chegou em casa Lurdes anunciou que iria deixá-lo e contou por quê.
- Mas que história é essa, Lurdes? Você sabe quem era a mulher que estava comigo no motel. Era você!
- Pois é. Maldita hora em que eu aceitei ir. Discretíssimu's! Toda a cidade ficou sabendo. Ainda bem que não me identificaram.
- Pois então?
- Pois então, que eu tenho que deixar você. Não vê?  É o que todas as minhas amigas esperam que eu faça. Não sou mulher de ser enganada pelo marido e não reagir.
- Mas você não foi enganada. Quem estava comigo era você!
- Mas elas não sabem disso!
- Eu não acredito, Lurdes! Você vai desmanchar nosso casamento por isso? Por uma convenção?
- Vou!

Mais tarde, quando a Lurdes estava saindo de casa, com as malas, o Carlos Alberto a interceptou.
Estava sombrio:
- Acabo de receber um telefonema - disse..
- Era o Dico.
- O que ele queria?
- Fez mil rodeios, mas acabou me contando. Disse que, como meu amigo, tinha que contar.
- O quê?
- Você foi vista saindo do motel Discretíssimu's ontem, com um homem.
- Mas, o homem era você!
- Eu sei, mas eu não fui identificado.
- Você não disse que era você?
- O que? Para que os meus amigos pensem, que eu vou a motel com a minha própria mulher?
- E então?
- Desculpe, Lurdes, mas...
- Mas o quê?


- Vou ter que te dar uma surra...

                                    (Luiz Fernando Veríssimo)

                                   MORAL DA HISTÓRIA:

                                  "DEVEMOS CUIDAR APENAS DA NOSSA SAÚDE,
                                   POIS DA NOSSA VIDA, TODO MUNDO CUIDA..."

Por que rir é óóóótimo !!!

Agora se ferrou!!  kkkkkk
Se manda que não há teia que te salve!!  kkkk kkk

terça-feira, 9 de março de 2010

Porque, héin??

Algumas pessoas resolvem carregar certas malas sem alça,
e tambééém sem rodinhas?? 
E ainda batizando-as solenemente de 'namorido', 'esposo', 'amor da minha vida', 'meu homem' etc etc etc...????

TEMPESTADE OU NEVASCA SE APROXIMANDO



Nada mais assustador que o sistema meteorológico, anunciar a aproximação de uma tempestade ou nevasca de grandes proporções. A população envade os super-market e limpa literalmente as prateleiras.
Afinal, antes prevenir do que remediar. Hoje em dia nada é como antes já foi! A mãe natureza agora vive em uma constante TPM. (Em tempo, a tradução para as siglas são: 'TÔ' PRONTA PARA MATAR.)

Ai, ai... uns congelando ou se afogando e outros... fritando ou desidratando.

quarta-feira, 3 de março de 2010

Quando a gente perde a fé...

no ser humano fica bem difícil caminhar neste mundo. Há quem diga que "a esperança é a última que morre". Ainda bem, né?? Que seria de nós sem este conforto!!! Há aqueles que apegam-se as mais diversas "bóias" para não cair na desesperança, são aqueles que se apegam a uma vida vindoura penduram-se nos comboios religiosos.
Bom, antes isto que cair na violência, drogas e afins do mesmo calibre!

Quando me apegava a algo espiritual, tinha até mais força para muita coisa. Mas, cai na frase de Rui Barbosa
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça.
De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto."
Graças a Deus, não cheguei a ter vergonha da honestidade.
E tudo isto acontece, também naquele lado específico que deveria estar levando o baluarte dela.  O que me rendeu uma desilusããão!! Aí, tem quem pergunte "O que Deus tem haver com isto??" Realmente nada...mas também ninguém me deixa segui-Lo sem ter que bater ponto em algum templo religioso.
Não dá para aguentar ver certas coisas, que não 'batem' com o proferido nestes locais e seus frequentadores. Ok!! Se todos fóssemos perfeitos nem aqui estaríamos. Mas, não posso aceitar que alguém ensine a não mexer com alcóol perto de fogo, enquanto este mesmo indíviduo fica banhando-se com ele na frente de uma fogueira...nem que seja escondido.
Ai, ai... Seria maravilhoso que todos fossem corretos e solidários naturalmente e não por medo de serem 'castigados' ou não ganharem o 'green-card' para o andar superior.
Onde tá o telefone do Dimi!?

terça-feira, 2 de março de 2010

Você acredita que um amor verdadeiro pode começar na internet?


A pergunta é da minha amiga Marina, do blog Egito e Brasil. Que 'tá' curiosíssima para saber as estatísticas e saborear muitas histórias. Bom, eu até acredito e felicito quem foi bem sucedido. Por que encontrar um amor pra chamar de seu, é tudo de bom. Seja como for que ele tenha chegado -internet, carta e etc etc- vale a pena. Só não vale é viver nas nuvens ou ficar mofando.  kkkkkk